Dicas básicas de codificação de sites que todo proprietário de site precisa conhecer

Hendrik Human
Hendrik Human
27 de Janeiro de 2019
48

Quer um site? Ou talvez você já tenha. Mas para dar à sua empresa uma vantagem sobre a concorrência, você pode explorar um pouco mais do que a superfície quando se trata do design e da funcionalidade do seu site. Felizmente, existem algumas linguagens básicas de codificação da Web que ajudarão você a entender melhor a Web, manter o seu site e até criar alguns dos seus recursos. Este artigo fornece uma breve introdução às quatro linguagens mais essenciais.

Espere… Por que preciso aprender a codificar?

Boa pergunta! Afinal, com sistemas de gerenciamento de conteúdo (CMSs) ou construtores de sites como Wix, WordPress, Squarespace e muitos outros, quem ainda precisa codificar o seu próprio site?

No entanto, se usa um construtor por algum tempo, você inevitavelmente encontrará uma imagem que não pode ser ajustada corretamente ou aquele recurso simples para o qual não é possível encontrar um plug-in. Essas deficiências, embora pequenas, ainda podem impedir você de deixar o seu site perfeito. Além do mais, o conhecimento de codificação vai ajudá-lo a entender como o seu site funciona. E isso pode ajudá-lo a:

  • Resolver problemas irritantes que encontrar.
  • Implementar os seus próprios recursos básicos.
  • Ajustar o estilo ou aparência do seu site até que ele esteja perfeito.

Linguagens essenciais de codificação de sites para conhecer

HTML

HTML significa Hypertext Markup Language. E como eles dizem, é “do que a web é feita”. Basicamente, tudo que você vê online (desde um bloco de texto a uma imagem ou um link) é escrito em HTML. Como uma linguagem de marcação, o HTML não é realmente uma linguagem de programação por si só. O que o HTML faz é fornecer uma estrutura para representar elementos usando certos “códigos” ou marcações.

Por exemplo, um parágrafo é representado no HTML desta maneira:

<p> seu texto vai aqui </p>

Os dois conjuntos de colchetes são chamados de “tags” e cada elemento consiste em uma tag de abertura e fechamento para mostrar onde ela começa e termina.

O HTML é fácil de aprender. No entanto, ele não permite que você implemente qualquer lógica ou crie processos, e itens escritos em HTML simples provavelmente parecerão… bem, simples. O HTML fornece uma estrutura, enquanto (como discutido abaixo) o CSS pode adicionar estilo, e o PHP e o Javascript podem adicionar funcionalidade.

Aqui estão alguns exemplos de tags HTML usando a ferramenta TryIt1

Dicas básicas de codificação de sites que todo proprietário de site precisa conhecer

CSS

CSS significa Cascading Stylesheets. Tudo com o que você precisa se preocupar aqui são as “folhas de estilo”. Ao permitir que você defina determinadas propriedades de estilo, o CSS é usado principalmente para embelezar o HTML e descrever como ele deve ser exibido. Você pode escrevê-lo no código HTML ou em arquivos externos que podem ser reutilizados: por isso, “stylesheets”.

Por exemplo, você pode alterar a cor do texto, a cor do plano de fundo, a fonte etc. da tag <p> acima no CSS. Para alterar a cor do texto para vermelho, basta digitar p {color: red}. O estilo pode ficar muito avançado e até mesmo permitir que você crie animações básicas e segmente um elemento em particular.

Atualmente, o CSS está na versão 3 (CSS 3). Um dos principais benefícios do CSS é que ele elimina a necessidade de fazer a mesma coisa de novo. Em vez disso, você pode permitir que todas as suas páginas da Web usem a mesma folha de estilo para estilizar o seu HTML da mesma maneira.

Veja um exemplo de CSS aplicado às tags HTML acima usando a ferramenta TryIt1

PHP

O PHP costumava significar Personal Home Page, mas agora ele significa Hypertext Preprocessor. Nenhum nome é intuitivo e isso não deve preocupar usuários básicos. O PHP é uma linguagem poderosa que permite que você faça praticamente qualquer coisa, como adicionar funcionalidade útil e se comunicar com bancos de dados.

O PHP é executado em um servidor da web, o que significa que o código é executado no servidor e não no computador do visitante. Alguns dos maiores CMSs ou construtores de sites como o WordPress são baseados principalmente no PHP. É preciso saber se você pretende ser um usuário avançado do WordPress.

O PHP, uma linguagem de script muito popular, é totalmente de código aberto. Isso significa que tem muito desenvolvimento comunitário por trás e ele é regularmente atualizado.

Javascript

Você provavelmente já viu o “Javascript” antes, pois ele se tornou bastante usado universalmente. É uma linguagem de script completamente diferente do PHP, mas quase tão poderosa.

O Javascript é executado no computador cliente em vez do servidor e, portanto, é usado principalmente para implementar a funcionalidade em um site e realizar tarefas computacionais pesadas. É uma linguagem obrigatória se você quiser tornar seu site dinâmico e interativo.

Como pode ser usado para fazer muitas coisas, geralmente é rigidamente controlado pelos criadores de sites. Afinal, seu próprio código pode colidir com o deles, com plugins ou com seu modelo/tema. Dos quatro códigos, o Javascript é o mais “opcional” para se conhecer. Ainda assim, ele pode ser muito útil se você quiser adicionar algo especial ao seu site.

Melhores cursos online de codificação

Aprender uma linguagem de programação por conta própria pode ser intimidante. Felizmente, aqui estão alguns fantásticos cursos online onde você pode aprender praticamente tudo em uma sala de aula:

  • Lynda.com/LinkedIn Learning: o Lynda.com é o site oficial para cursos online altamente polidos, relevantes para os locais de trabalho e as habilidades necessárias de hoje. Agora faz parte do LinkedIn Learning, mas mantém os seus cursos e qualidade. O caminho de aprendizado “Become a Web Developer” ensinará como usar todas as linguagens mais importantes.
  • Udemy: a Udemy oferece vários cursos, ministrados por profissionais reais (como professores universitários), sobre praticamente qualquer coisa. E muitas vezes você encontrará ótimas promoções. “The Web Developer Bootcamp” de Colt Steele é particularmente bom e cobre toda as linguagens mais importantes.
  • Khan Academy: a sua missão é tornar possível uma educação gratuita de classe mundial para qualquer pessoa. Combinando alguns dos seus cursos (totalmente gratuitos), você poderá realizar um treinamento completo sobre programação/desenvolvimento da Web.

Prepare-se, configure, codifique!

Com um pouco de orientação, você poderá entender os fundamentos de qualquer uma dessas quatro linguagens. Na verdade, você deve conseguir aprender rapidamente e usar o HTML e CSS. Por outro lado, o PHP e Javascript podem demorar um pouco mais para serem aprendidos. Seja qual for a sua escolha, investir algum tempo e esforço na aprendizagem de um ou mais idiomas de codificação ajudará você a ajustar seu site para que ele seja tão bonito e funcional quanto você deseja.

48 palmas
Aplauda o post se você o achou útil!

Algum comentário?

0 de no mínimo 100 caracteres
Campo Obrigatório Maximal length of comment is equal 80000 chars Comprimento mínimo do comentário é 100 caracteres

Nós analisamos todos os comentários de usuários dentro de 48 horas, para garantir que eles sejam provenientes de pessoas reais como você. Estamos felizes que tenha achado este artigo útil - ficaríamos agradecidos se você o compartilhasse com outras pessoas.

Compartilhe este post com amigos e colegas de trabalho agora mesmo:

We check all comments within 48 hours to make sure they're from real users like you. In the meantime, you can share your comment with others to let more people know what you think.

Uma vez por mês, você receberá dicas, truques e dicas interessantes e perspicazes para melhorar o desempenho de seu site e alcançar suas metas de marketing digital!

So happy you liked it!

Share it with your friends!

© 2019 WebsitePlanet.com. Todos os direitos reservados