Vendendo no Pinterest: 6 coisas para fazer e 6 coisas para evitar

Vendendo no Pinterest: 6 coisas para fazer e 6 coisas para evitar

Esme Mazzeo
Esme Mazzeo
21 de Setembro de 2018
30

Para as empresas, especialmente aquelas em uma indústria mais estética, como moda ou decoração doméstica, o Pinterest pode ser um recurso incrível. De fato, para muitas marcas, pode ser um dos componentes mais importantes de um plano de marketing forte. Mas isso só funcionará se você alavancar adequadamente a plataforma, o que significa que há coisas que você precisa fazer e coisas que você precisa evitar se quiser aumentar o seu tráfego, vendas e afinidade de marca.

Uma rápida olhada nos números

O Pinterest é o sonho de um varejista online. Basta considerar as seguintes estatísticas:

  • Mais de 200 milhões de visitantes por mês.
  • 93% usam a plataforma especificamente para planejar compras.
  • 67% descobriram um novo produto ou marca ao navegar.
  • Metade dos visitantes fez uma compra depois de ver um pin promovido.
  • Em média, os usuários gastam cerca de USD 4 a mais em compras encontradas no Pinterest do que aqueles encontrados no Facebook; e cerca de USD 13 mais do que as compras no Twitter.
  • A vida média de um pin é de 3,5 meses; em comparação, a vida média de um post no Facebook é de 90 minutos e de um tweet é de 24 minutos.

Dê uma outra olhada nessa última estatística. Um pino pode inspirar o engajamento e direcionar o tráfego (clientes em potencial) para o seu site durante a maior parte do ano. Isso significa que o tempo que você investiu na construção de uma forte estratégia e conteúdo no Pinterest será continuamente compensado ao longo do tempo, de uma forma que outras plataformas de mídia social não conseguem comparar.

Pronto para criar uma conta comercial no Pinterest e começar a vender? Excelente! Apenas se certifique de considerar os seguintes itens a fazer e não fazer.

6 coisas para fazer quando vender no Pinterest

Nº 1: aproveite os diferentes tipos de pins

O Pinterest tornou a plataforma extremamente fácil para os varejistas online, oferecendo diversas opções para ajudá-lo a alcançar os seus clientes e garantir que a descoberta e a experiência de compra sejam o mais simples possível.

Há vários tipos de pins diferentes que você deve aproveitar. Para obter os melhores resultados, diversifique os tipos de pins com uma combinação dos seguintes:

  • Pins completos: fornece ao espectador informações adicionais, como preços e disponibilidade em tempo real, além de sugestões de localização para que os usuários encontrem melhor o seu produto. Os comerciantes que ativaram esse recurso tiveram um aumento significativo de 70% no tráfego do Pinterest.
  • Pins compráveis: permite que os usuários façam uma compra diretamente no Pinterest. Essa é uma ótima forma de chamar a atenção para promoções ou novos produtos. Os comerciantes também continuam controlando o processo de frete e a experiência de atendimento ao cliente, e o Pinterest não recebe nada!
  • Pins promovidos: é como o nome indica. O Pinterest permite que as empresas paguem por pins a serem colocados onde eles possam ser vistos por potenciais compradores com base nos seus interesses e hábitos. Bom para alcançar novos e potenciais clientes.

 Vendendo no Pinterest: 6 coisas para fazer e 6 coisas para evitar

Nº 2: crie uma estratégia com o seu inventário com temas fortes no painel

Se você vende roupas femininas, por que não tem painéis separadas por cor ou ocasião? Pense em como as pessoas normalmente fazem compras (por exemplo, procurando um vestidinho preto ou instruções de saltos altos). Planeje esses temas e tenha especial atenção aos títulos do painel. Você quer nomes que vão intrigar e fazer as pessoas clicarem. Para painéis fortes e coesos, considere o seu inventário completo e procure formas intuitivas e inteligentes de agrupar os seus produtos.

Nº 3: construa relacionamentos com clientes em potencial

Por mais estranho que isso possa parecer, o principal objetivo da sua conta no Pinterest não deveria ser vender produtos em primeiro lugar. Todas as mídias sociais conectam pessoas, e marcas inteligentes capitalizam em potencial as conexões primeiro e depois convertem essas conexões em clientes. Encontre o seu público! Re-pin os seus pinos, siga os seus painéis, deixe comentários. A interação de mídia social é essencial para os negócios nos dias de hoje.

Nº 4: alinhe-se com marcas semelhantes

Pense nas empresas que não são concorrentes diretas como possíveis parceiras. O dono de uma loja de roupas pode encontrar um designer de bolsas no Pinterest e começar a falar. Se ambos os donos forem espertos, poderão potencialmente combinar forças para uma promoção fora do Pinterest no futuro. Interagir com outras empresas significa que há uma chance maior de que elas interajam com você, e os dois produtos e painéis alcançarão mais visualizações. Quanto mais social você for, melhor.

Nº 5: determine o que funciona melhor para você

Muitos artigos afirmam saber os melhores horários para estar ativo no Pinterest, para que os seus produtos sejam vistos. A verdade é a seguinte: você só descobrirá o que é melhor para a sua empresa fazendo pins de forma regular e com frequência.

À medida que a sua empresa cresce, o Pinterest será uma parte da sua estratégia social, na qual você poderá gastar menos tempo. No entanto, você precisa se certificar de que não está apenas criando pins e pastas e, em seguida, esquecendo-se deles. Certifique-se de que monitorar continuamente o que funciona e o que não funciona, isso tornará as coisas muito mais fáceis e lucrativas no futuro.

Nº 6: torne a compra tão fácil quanto possível 

Não é possível descrever a importância deste ponto. O Pinterest é uma plataforma fantástica para compras por impulso, mas qual é o sentido de gastar todo esse tempo e energia ajudando os clientes a descobrir e se inspirar nos seus produtos se for difícil iniciar ou finalizar uma compra?

Aproveite os pins compráveis ​​mencionados acima e se certifique de usar um parceiro confiável de comércio eletrônico. Isso não só resultará em mais compras, mas os clientes terão muito mais probabilidade de se tornarem clientes recorrentes e compartilharem informações sobre a sua empresa após uma boa experiência no site!

6 coisas a evitar quando vender no Pinterest

Nº 1: não perca a visão da marca

As marcas são mais do que apenas produtos. Elas são uma experiência, um estilo de vida, algo com o qual alguém pode se relacionar e se identificar. As empresas que contam melhor a sua história, não apenas vendem mais produtos, mas também cobram mais por esses produtos. Felizmente, o Pinterest é uma excelente plataforma para as empresas construírem a sua marca.

Por exemplo, você provavelmente conhece a Lowe como uma loja de melhorias domésticas. Sabendo que a sua base de clientes já está no Pinterest, procurando por ideias divertidas e criativas, eles criaram uma série de painéis que focam em coisas como a festa de verão perfeita, incluindo noites de quintal, atividades infantis divertidas e deliciosas guloseimas grelhadas. Muito mais do que apenas tintas e martelos!

Nº 2: não seja excessivamente amplo ou genérico

O Pinterest é uma plataforma que realmente brilha com produtos e públicos de nicho. Para uma marca de sapatos, apenas criar painéis como “rasteiros” ou “saltos” não seria apenas entediante, como também preguiçoso.

Dê uma olhada nos painéis de Steve Madden, intituladas “Beach Please” (Praia, por favor) ou “Snake is the New Neutral” (Cobra é o novo neutro) ou “Varsity Hues” (Tons colegiais). Eles não apenas são muito mais atraentes, mas também ajudam a atingir um público mais específico e desenvolvem toda essa “identidade de marca” que mencionamos anteriormente.

Nº 3: não subestime as suas imagens

O Pinterest é uma plataforma orientada por imagens, o que significa que os usuários estão procurando por criatividade e inspiração. As fotos que são chatas, mal tiradas ou que não se encaixam em uma imagem de marca abrangente não terão repins ou serão compartilhadas. E é simples assim!

  • Abrace o arco-íris: imagens com várias cores dominantes são clicadas cerca de 3% a mais que imagens com uma cor dominante.
  • Encontre um meio termo: imagens muito escuras e muito claras são frequentemente negligenciadas; da mesma forma, imagens de pins altamente saturadas ou dessaturadas também não têm um bom desempenho.
  • Mantenha o fundo neutro: uma imagem com mais de 30% de espaço em segundo plano é clicada com menos frequência do que uma imagem com espaço de fundo de 30% ou menos.

Nº 4: não elimine a imaginação

Como mencionado anteriormente, as pessoas usam o Pinterest quando estão procurando inspiração. Basicamente, elas querem imaginar o seu futuro banheiro de hóspede, seu casamento perfeito, seu jantar. As pessoas podem ser incluídas em imagens para fornecer contexto, mas evite mostrar os rostos do modelo: isso elimina parte dessa ilusão. Pins sem rosto ganham mais cliques do que os que apresentam rostos!

Nº 5: escreva palavras-chave

O Pinterest é muito mais do que uma plataforma de mídia social: é um mecanismo de pesquisa visual. Assim, como o Google, ele é impulsionado por palavras-chave e é melhor usá-las corretamente se você quiser melhorar seu SEO.

Descubra o que os indivíduos estão procurando para decidir em quais palavras-chave você deve se concentrar. Lembre-se, produtos de nicho realmente prosperam aqui, por isso, essa é outra área onde realmente vale a pena ser criativo e atencioso com o seu público.

Depois de criar palavras-chave fortes, certifique-se de incluí-las:

  • No perfil da sua empresa
  • No texto alternativo das imagens
  • Nos títulos do painel
  • Nas descrições do painel

Nº 6: não force a plataforma, mas procure oportunidades

O Pinterest funciona bem para certas empresas, mas não para outras. O seu público-alvo usa a plataforma? Se sim, então é melhor você estar lá para conhecê-los! Caso contrário, seria melhor concentrar os seus esforços em outros lugares.

Embora o Pinterest realmente brilhe com produtos ou categorias orientadas para o visual, só porque você não vende bolsas não significa que o seu site não será realmente capaz de se beneficiar dessa plataforma. Você se lembra do exemplo anterior da Lowe? Eles certamente não fazem pin de fotos de diluidores de tinta e chaves de boca, mas encontraram maneiras de serem criativos e oferecerem ao público conteúdo de valor agregado.

Faça pin de tudo junto

Uma conta bem-sucedida do Pinterest faz mais do que apenas apresentar imagens de produtos à venda. Use o Pinterest para construir uma comunidade e contar uma história da qual as pessoas queiram participar. Essa é uma excelente plataforma para se conectar com novos clientes e fornecer uma experiência de marca mais avançada, mas apenas quando isso for feito da forma correta. Como muitos outros componentes do seu mix de marketing, isso só vai funcionar se você investir tempo e esforço.

30 palmas
Aplauda o post se você o achou útil!

Algum comentário?

0 de no mínimo 100 caracteres
Campo Obrigatório Maximal length of comment is equal 80000 chars Comprimento mínimo do comentário é 100 caracteres

Receba apenas um e-mail por mês e leve suas habilidades para o próximo nível.

Inscreva-se agora!

Nós analisamos todos os comentários de usuários dentro de 48 horas, para garantir que eles sejam provenientes de pessoas reais como você. Estamos felizes que tenha achado este artigo útil - ficaríamos agradecidos se você o compartilhasse com outras pessoas.

Compartilhe este post com amigos e colegas de trabalho agora mesmo:

We check all comments within 48 hours to make sure they're from real users like you. In the meantime, you can share your comment with others to let more people know what you think.

Uma vez por mês, você receberá dicas, truques e dicas interessantes e perspicazes para melhorar o desempenho de seu site e alcançar suas metas de marketing digital!

So happy you liked it!

Share it with your friends!

© 2019 WebsitePlanet.com. Todos os direitos reservados