AVALIAÇÕES E OPINIÃO ESPECIALIZADA WordPress.com

Classificado como o 11º de 59 Construtores de Sites
4.6
Preço
Free $0
Blogger $4
Personal $5
Premium $8
Ezequiel Bruni
Ezequiel Bruni
Especialista em desenvolvimento de sites
O WordPress é um criador de sites poderoso e flexível que exige alguma curva de aprendizado, mas vale a pena aprendê-lo, caso seu site seja parte importante da sua estratégia de negócios. Ele é mais indicado para sites que contêm muito conteúdo.

Visão Geral

wordpress-overview1

O WordPress.com ainda é uma boa opção?

Com certeza! Sim, ele continua bom. Vamos conferir em detalhes.

Bem, para responder a essa dúvida de forma adequada, precisamos responder a outra primeiramente: qual versão do WordPress?

Você talvez tenha percebido que eu mencionei “WordPress.com” no subtítulo. Não o confunda com “WordPress” (no domínio “WordPress.org”), que foi originalmente lançado como um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) individual e auto-hospedado que você pode instalar em seu próprio servidor de hospedagem gratuitamente, sem limites de funcionalidade.

O WordPress.com é um serviço pago em que você pode obter um site de WordPress sem precisar configurá-lo por conta própria, gerenciar servidores ou tomar qualquer outra providência técnica. 

Embora possamos chamar o WordPress.com de “criador de sites” (e ele pode em partes ser usado como um), ele não é exatamente isso.

Ele continua sendo um CMS tradicional. Como tal, ele inclui um nível de poder e flexibilidade que o Wix e outros criadores de sites mais tradicionais talvez nunca consigam atingir. Para os fins desta avaliação, no entanto, considerarei o serviço como um “criador de sites”.

O WordPress.com consiste em uma enorme instalação do WordPress Multisite, uma versão do WordPress que permite rodar múltiplos sites com uma única instalação do software. Ele foi modificado para monetização – e para facilitar a novos usuários criarem seus próprios sites.

Quando o WordPress.com foi lançado, em 2005, ele provavelmente era a melhor maneira de levar um blog grátis ao ar sem muitas complicações. Deste então, o WordPress evoluiu como CMS, e agora é usado para criar praticamente todo tipo de site que você possa imaginar, incluindo blogs inocentes de mamães, sites sofisticados de e-commerce, redes sociais complexas e até mesmo as partes mais sombrias e assustadoras da dark web (presumo).

Portanto, o WordPress.com, que basicamente consiste no mesmo software, pode ser igualmente usado para quase todo tipo de site.

Combinando os números do WordPress.org e do WordPress.com, você verá que este software roda mais de um terço da internet! (Se você quer saber sobre os outros dois terços da internet, eles basicamente estão a cargo do Joomla, Drupal e de fotos de gatos.)

Você pode usar o WordPress (qualquer versão) para criar um pequeno site com catálogo de cinco páginas e uma loja complementar. Além disso, você teoricamente pode usá-lo para criar o próximo Facebook. Bem, eu não faria isso; existem opções melhores para esse exemplo específico, mas esse é o volume de conteúdo com o qual ele é capaz de lidar, se você fizer tudo certo.

Em 2018, o WordPress.com hospedou cerca de 37,5 milhões de sites, e esse número provavelmente ainda está crescendo. Ele está disponível em todos os lugares onde não foi bloqueado, e suporta dezenas de idiomas (alguns dos quais eu sequer consigo reconhecer). Está disponível um plano grátis, alguns planos baratos e outros planos comerciais e de e-commerce relativamente acessíveis.

Porém, o WordPress.com é ideal para você? Ele atenderá às suas necessidades específicas? Você faz parte do um terço de clientes? Bem, esse é o objetivo das avaliações sobre o WordPress, certo? Vamos descobrir.

Modelos

4.6
wordpress-templates

Ele també cria temas comerciais, agora

O WordPress.com conta com mais de 250 temas (chamados por outros criadores de “templates”), e sua variedade é maior do que nunca. Como o WordPress começou como uma plataforma de blogs, os temas são principalmente focados neles, mas alguns temas mais comerciais foram adicionados recentemente. Esteja ciente de que nem todos os temas estão disponíveis no plano grátis.

Seu nível de customização é limitado por dois aspectos: as opções de customização do seu tema individual escolhido, e o valor que você está disposto a pagar.

A “Customização de Design Avançada” (que inclui a capacidade de editar os arquivos CSS diretamente) está disponível apenas a partir do plano Premium. Ainda assim, há uma boa possibilidade de que os temas básicos sejam suficientes para você, pois eles têm ótima qualidade e são quase todos adaptados para dispositivos móveis.

Os temas não servem apenas para deixar o visual bonito. Eles podem aproveitar a funcionalidade do WordPress da mesma forma que os plugins – portanto, existem temas disponíveis que podem oferecer recursos avançados, incluindo novas formas de navegar por posts, registros de filiações em sites, formulários de contato e tudo o mais.

Como mencionado, a maioria dos templates (200+) é focada em blogs ou, pelo menos, inclui recursos notáveis para blogs. Você encontrará 26 categorias, chamadas de “Assuntos” na interface. Como esperado, categorias mais genéricas, como “Negócios”, apresentam mais resultados (100+) do que categorias específicas, como “Scrapbooking” (20+).

WordPress.com

Este é o visual de um dos templates de “Scrapbooking”, caso você tenha ficado curioso.

Outras opções de filtro incluem recursos de tema (como biografia de autor e barras deslizantes para posts), e layouts e estilos diferentes (como artístico, minimalista e colorido). No geral, há uma boa variedade, mesmo que a biblioteca de temas pudesse incluir mais opções não relacionadas a blogs.

Caso adquira o plano Negócios ou superior, você poderá instalar temas externos, como aqueles do ThemeForest, TemplateMonster, ou de quaisquer outros marketplaces de temas para WordPress. Sinceramente, isso significa que o WordPress possui uma variedade de temas potenciais maior que qualquer outro CMS existente.

Recursos

4.4
wordpress-features1

Amplie seu público com o WordPress.com

Novamente, esta é uma plataforma que começou como um sistema de gerenciamento de conteúdo (CMS) de blogs. Estão disponíveis posts (com um editor baseado em blocos relativamente novo), páginas, ferramentas para organizar esses posts e páginas, comentários, múltiplos autores e muito mais.

Você pode criar basicamente qualquer tipo de blog ou site comercial simples com os temas e funcionalidades padrão. E, sim, você pode adicionar um domínio existente ao seu site.

Em seguida, estão disponíveis os plugins, que permitirão mudar seu site para praticamente qualquer forma que você conseguir imaginar. Por exemplo, você pode impulsionar ainda mais seu SEO, bem como criar um site de rede social. E, sim, você também pode carregar e instalar plugins externos.

Infelizmente, os plugins do WordPress estão disponíveis apenas a partir do plano Negócios. No entanto, acredito que vale a pena pagar pela funcionalidade e flexibilidade adicionais que eles proporcionam.

Portanto, do ponto de vista dos recursos, o WordPress.com está no mesmo nível dos melhores criadores de sites.

Mas, acima disso, o WordPress.com quer que você permaneça com ele e crie seu negócio com o serviço dele. É por isso que ele oferece estes recursos principais (além disso, os plugins são capazes de fazer tudo aquilo que o WordPress.com não faz):

Criador de lojas

Contanto que esteja localizado nos EUA ou no Canadá e seja assinante do plano Negócios ou superior, você pode montar uma loja para funcionar com seu site do WordPress.com. Os impostos são calculados automaticamente, e você pode aceitar pagamentos via PayPal ou Stripe, além de pagamentos offline por meio de cheque ou durante a entrega. Cupons e avaliações de produtos também são suportados.

Caso resida em outro país, você pode instalar qualquer plugin de e-commerce que quiser, embora, obviamente, será preciso configurar aspectos como pagamentos por conta própria.

Ferramentas de marketing e análises

O WordPress disponibiliza diversas ferramentas para impulsionar seu SEO, estabelecer sua marca, mensurar seu tráfego e compartilhar seus blog posts nas mídias sociais. Elas não são muito avançadas se você estiver no plano grátis – bem, apesar disso, você terá algo para começar.

Além disso, você obtém integração grátis com o Mailchimp, caso queira que os usuários se cadastrem em sua newsletter diretamente a partir do seu site.

Monetização simples

A partir do plano Pessoal, você pode aceitar pagamentos recorrentes de assinaturas para seu conteúdo. Trata-se de algo simples, mas é mais fácil que configurar uma conta do Patreon. Caso faça o upgrade para o plano Premium ou superior, você poderá começar a inserir anúncios em seu site sem muitas complicações.

Integrações externas

O WordPress.com suporta integração externa com diversos serviços, com ênfase específica no Google Analytics e no GSuite. O WordPress parece manter alguma parceria com o Google, pelo visto. Porém, quando adicionamos os plugins a essa equação, é aí que as coisas ficam interessantes, pois estão disponíveis plugins de WordPress para integrar seu site com praticamente qualquer serviço que possua uma API.

Fácil de usar

4.7
wordpress-ease-of-use1

Há uma pequena curva de aprendizado

É aqui que realmente entramos nos prós e contras do WordPress. O WordPress sempre foi projetado para ser fácil de usar — contanto que você já possua alguma experiência em administração de sites.

Se você nunca criou um site antes, poderá haver uma curva de aprendizado. E, caso pretenda editar seu CSS e instalar todo tipo de plugin externo, as coisas ficarão ainda mais complexas.

Sinceramente, se tudo o que você deseja é aquele site com um catálogo de cinco páginas, qualquer um dos muitos outros criadores de sites poderá ser melhor no seu caso. Porém, caso precise de algo mais complexo, a curva de aprendizado vale totalmente a pena.

Felizmente, os recursos mais importantes são os mais fáceis de aprender:

Editor de conteúdo

O WordPress costumava possuir um editor de texto simples do tipo “digitar e clicar para publicar”, e ele era bom à sua época.

Atualmente — e depois de muito drama após seu lançamento público inicial (falaremos mais sobre isso à frente) — o novo editor do WordPress possui nome próprio: “Gutenberg” (ilustrado acima).

Ele é um editor de conteúdo que considera cada parágrafo, cada cabeçalho, cada imagem — tudo! — como um “bloco” individual. Ele é como um criador de páginas, mas para conteúdo.

Isso permite fazer alterações específicas em blocos para seu conteúdo. Por exemplo, você pode alterar o tamanho do texto de um parágrafo específico, criar múltiplas colunas para textos e/ou imagens, adicionar imagens de fundo a seções específicas, e muito mais.

A funcionalidade padrão do Gutenberg ainda permite incorporar vídeos a partir de uma ampla variedade de plataformas, além de tweets, posts do Reddit, fotos do Instagram com seus pets e sua comida — tudo o que você puder imaginar.

Ah! Como tudo é tratado como um “bloco”, você pode arrastar e soltar qualquer imagem, parágrafo ou outro tipo de conteúdo ao redor da página ou post, para reordenar tudo facilmente. (O Google Docs poderia aprender algumas coisas com isso.)

No geral, ele é muito fácil de usar, e oferece grande flexibilidade em termos de design (e, por “design”, quero dizer tornar seus posts e páginas elegantes e diferentes uns dos outros).

Agora, de volta à fofoca: o lançamento do Gutenberg gerou drama porque, embora seu anúncio público inicial permitiu aos usuários do WordPress tempo suficiente para se preparar à mudança, eles ainda assim se sentiram assustadoramente despreparados quando o editor finalmente foi disponibilizado.

O Gutenberg era totalmente diferente do editor de conteúdo anterior, e tinha potencial para inviabilizar sites de WordPress mais antigos, dependendo dos temas e plugins usados por estes. As primeiras versões de teste do Gutenberg foram lançadas com diversos bugs, e muitas pessoas o consideraram grosseiramente despreparado quando a versão “full” foi lançada.

Felizmente, jamais enfrentei problemas com ele – e, contanto que esteja começando um novo site “do zero”, você também não deverá enfrentar. O Gutenberg recebeu diversas atualizações para estabilizá-lo, e continua melhorando a cada nova versão do WordPress.

E, se quiser, você pode desativá-lo a qualquer momento através de um plugin, caso prefira o método antigo de simplesmente escrever e clicar em “publicar”.

Customizador de temas

Embora o WordPress não possua um design drag-and-drop igual ao de outros criadores como o Wix, ele permite que você pré-visualize as customizações do seu tema em tempo real.

Novamente, suas opções de customização dependerão do tema que você estiver usando – porém, caso altere a cor de um link, mova um widget ou escolha um tipo de layout totalmente diferente, você sempre poderá visualizar a aparência final antes de se decidir por ela. É uma pena que não seja possível escrever seus blog posts dessa maneira.

Caso queira obter uma experiência drag-and-drop no WordPress, você pode instalar um plugin como o Elementor (isto é, obviamente, se você fizer o upgrade para o plano Negócios ou superior). O Elementor é um plugin que, quando usado em parceria com temas compatíveis, faz o WordPress trabalhar como um criador de sites drag-and-drop clássico.

Ferramentas de organização e publicação

As ferramentas para agendar datas de publicação, categorizar e organizar seus posts, bem como organizar suas páginas em hierarquia, são todas relativamente intuitivas, assim que você descobrir onde encontrá-las.

O WordPress é um sistema projetado para lidar com grandes quantidades de conteúdo simultaneamente; portanto, o que não oferece em capacidade drag-and-drop, ele compensa em organização. Posso dizer pela minha experiência que, quando você costuma publicar muitos conteúdos regularmente, isso é uma bênção.

No geral, apesar da curva de aprendizado, usar o WordPress.com não é difícil. Se você for um usuário novo, estão disponíveis diversas mensagens de tutorial e dicas em formas de pop-up para começar pelo básico.

Assim que localizar tudo no menu de navegação, tarefas como adicionar novas páginas, customizar seu tema, etc., ficam relativamente simples. Apenas se certifique de ler as instruções, pois criar um site no WordPress.com é menos intuitivo do que poderia ser.

Por fim, configurar uma loja é bem fácil. Porém, novamente, a opção fácil funciona apenas se você reside nos EUA ou no Canadá. Plugins externos como WooCommerce não são muito mais complexos, mas, mais uma vez, se você nunca criou um site ou administrou uma loja online, definitivamente haverá uma curva de aprendizado.

Suporte

4.3
wordpress-support1

Serviço rápido e útil

Isto é algo que você não encontrará em muitas avaliações do WordPress.com: interações reais com agentes de suporte ao cliente para verificar a qualidade do suporte. Bem, isso é o que eu queria testar, e o resultado foi bastante satisfatório.

Porém, antes de conferirmos os detalhes específicos, o WordPress.com oferece diversas opções de suporte. Para todo tipo de usuário — incluindo aqueles no plano grátis — está disponível uma base de conhecimento repleta de artigos e até mesmo tutoriais de vídeo para ajudar nos primeiros passos. Se você não encontrar o que precisa, acesse o fórum de suporte.

O plano Blogger também fornece acesso a suporte por e-mail, e todos os planos superiores ainda garantem suporte via chat 24/7 em tempo real.

Minha única crítica fica para o fato de que, caso você esteja em um plano que ofereça suporte tanto por e-mail quanto via chat em tempo real, a página “Contate-nos” na seção de ajuda não apresentará ambas as opções. Você será encaminhado diretamente ao chat em tempo real, e não conseguirá encontrar o endereço de e-mail do serviço de suporte. Precisei pedir o e-mail durante minha sessão de chat em tempo real. Literalmente precisei contatar o suporte para conseguir contatar o suporte.

WordPress.com

Fórum de suporte

O fórum é minimalista, mas funcional. No geral, parece que as pessoas obtêm respostas em um prazo suficientemente rápido, normalmente em cerca de uma hora.

A maioria das respostas parece ser originária da comunidade, e não dos desenvolvedores – o que é compreensível (eles provavelmente são muito atarefados). Um moderador respondeu à minha pergunta em aproximadamente uma hora, e a resposta foi útil.

wordpress-support3

Favor ignorar meu nome de usuário antigo da época da minha adolescência.

Chat em tempo real

Fiz uma pergunta às 22h45, no fuso horário da Cidade do México, e recebi uma resposta em minutos. A resposta foi um pouco vaga, mas eu não procurei os detalhes.

wordpress-support4

Não tenho certeza se há alguma política específica sobre largura de banda. “Como tal, não há limitações” soa muito bom, mas não posso comprovar essa afirmação.

Um aspecto bacana é que você recebe as transcrições do seu chat por e-mail após finalizá-lo. Sempre é bom manter registros.

Suporte por e-mail

O suporte por e-mail foi útil. Perguntei se havia alguma forma de criar uma loja, apesar de eu estar localizado fora dos EUA e do Canadá. Uma representante de suporte respondeu com uma solução simples que me permitiria criar uma loja muito básica. Bem, ela realmente tentou vender outros produtos, mas o upgrade do plano teria facilitado minha solução – portanto, não posso culpá-la pela tentativa.

wordpress-support5

Enviei o e-mail tarde da noite (no meu fuso horário), e recebi a resposta cerca de três horas depois. Isso sugere que o suporte por e-mail também está disponível 24/7. Não encontrei nenhum cronograma de horas específico, mas eles tentam responder a todos os e-mails dentro de 24 horas.

Preço

4.5

Os planos do WordPress.com variam desde a opção grátis até o plano “eCommerce” (cada um escreve essa palavra de uma forma diferente), e, sinceramente… todos os planos são bastante acessíveis. Obviamente, você ficará muito mais feliz com o preço do plano eCommerce se efetivamente trabalhar com comércio de produtos.

No geral, posso dizer que, comparado com outros criadores de sites disponíveis, o WordPress oferece opções de preços que incluem muitos recursos por valores muito baixos.

As opções de pagamento aceitas incluem:

  • Visa
  • Mastercard
  • American Express
  • Discover
  • PayPal

O plano grátis é suficientemente simples: você adquire um blog funcional. Ele inclui 3 GB de espaço de armazenamento, acesso a uma quantidade razoável de temas grátis e suporte através da comunidade. O WordPress irá exibirá anúncios em seu site, mas eles consistem apenas em um link de texto no rodapé que basicamente afirma: “Este é um site do WordPress.com”.

Não é possível enviar seus próprios temas ou instalar plugins, no entanto. E você não poderá monetizar seu site – pelo menos, não de qualquer forma que seja suportada pela plataforma.

Bem, e o que você recebe ao fazer o upgrade? Os planos mais acessíveis oferecem suporte adicional e nome de domínio. Além disso, os anúncios do WordPress.com são removidos, e você poderá monetizar seu site por meio de assinaturas.

Em relação aos planos mais caros do WordPress, a história é totalmente diferente. Você obtém acesso a plugins, quantidades maiores de temas (incluindo temas externos), customização muito mais avançada e capacidade de inserir anúncios suportados pelo WordPress.com em seu site, além de um suporte muito mais personalizado. Você ainda conta com mais ferramentas de SEO, maneiras adicionais de monetizar seu site, capacidade de aceitar pagamentos a partir de mais de 60 países, e muito mais.

Portanto, você deveria fazer o upgrade? Quando deveria fazê-lo?

Meu conselho sincero: crie seu site primeiramente e veja se você gosta da plataforma! A curva de aprendizado que mencionei anteriormente poderá desestimular algumas pessoas.

Quando estiver satisfeito com seu site básico, adquira um plano que ofereça suporte adicional e nome de domínio. Fazer o upgrade é muito simples e rápido. Apenas esteja ciente de que, embora os preços sejam listados no formal mensal, você não poderá pagar mensalmente. Um ano é o tempo mínimo que você pode pagar de uma só vez.

Cancelamentos e reembolsos

Você pode cancelar qualquer plano em até 30 dias para receber o reembolso completo, com uma pequena exceção: domínios. Caso adquira um domínio, você poderá cancelar sua assinatura, mas deverá fazê-lo em até 48 horas. Em relação às políticas, elas são muito mais generosas que algumas outras que analisei.

O processo de cancelamento é automático; portanto, você não precisará esperar alguém aprovar seu reembolso (até onde sei). E, melhor ainda: não é preciso falar com ninguém, o que sempre é a parte mais constrangedora ao cancelar um serviço. Você receberá algumas perguntas através de um formulário, para ver se muda de ideia, mas isso não é tão ruim.

Recebi meu reembolso em minutos. Contanto que faça o cancelamento dentro do prazo correto, você também deverá obter seu reembolso de forma rápida e tranquila.

WordPress.com

Basta apertar o botão, basicamente.

Free

$0
/ Month
  • Armazenamento de Hospedagem: 3GB
Começar

Blogger

$4
/ Month
  • Armazenamento de Hospedagem: 6GB
  • Domínio Personalizado: .blog domain
Começar

Personal

$5
/ Month
  • Armazenamento de Hospedagem: 6 GB
  • Domínio Personalizado
Começar

Conclusão sobre o WordPress.com

Se esta avaliação do WordPress tiver que sugerir algo a você, que seja isto: o WordPress é um criador de sites poderoso e flexível que exige alguma curva de aprendizado, mas vale a pena aprendê-lo, caso seu site seja parte importante da sua estratégia de negócios. Ele é mais indicado para sites que contêm muito conteúdo. Além disso, você precisará pagar um valor acessível (não muito caro) para conferir o verdadeiro poder e flexibilidade oferecidos.

Poucos CMSs disponíveis são capazes de fazer tudo o que o WordPress faz sem que uma quantidade considerável de código customizado precise ser escrito. O poder e a relativa facilidade de uso de seus temas e plugins possibilitam a criação de sites altamente complexos, muitas vezes sem nenhuma necessidade de mexer com códigos de programação. 

Portanto, o auge do WordPress já passou? Acredito que não. O WordPress ainda é absolutamente capaz de competir no mercado atual de criadores de sites.

Apesar de ele não ser efetivamente um “criador de sites”.

Ezequiel Bruni
Ezequiel Bruni
Ezequiel Bruni é biologicamente canadense, legalmente mexicano e autoidentificado como um nerd completo. Ele atua como designer web e de experiência desde sua adolescência, e adora compartilhar conselhos para iniciantes que gostaria de ter recebido quando começou. Além disso, ele gosta de videogames, tacos mexicanos, software de código aberto, videogames, ficção científica e fantasia em todas as suas formas, e videogames. Ele não gosta de escrever na terceira pessoa.

Alternativas ao WordPress.com

Wix

Wix

72 Avaliações

4.9
Site123

Site123

16 Avaliações

4.8
SimpleSite

SimpleSite

62 Avaliações

4.8
1&1IONOS

1&1IONOS

5 Avaliações

4.8
73641
© 2019 WebsitePlanet.com. Todos os direitos reservados