1. Website Planet
  2. >
  3. Blog
  4. >
  5. 5 alternativas aos YouTube para transmitir seus conteúdos de vídeo

5 alternativas aos YouTube para transmitir seus conteúdos de vídeo

James Guill
James Guill
12 de Agosto de 2019
22

O YouTube é facilmente o serviço de streaming de vídeo mais popular do mundo. Diariamente, mais de 100 milhões de vídeos são assistidos no YouTube. O Google estima que existam mais de 120 bilhões de vídeos no YouTube. Esse número continuará crescendo, pois são adicionados 200.000 vídeos todos os dias.

Se você quer que seus vídeos sejam assistidos pelas massas, o YouTube parece um ótimo lugar para começar. Na teoria, isso soa muito bom, mas a verdade é que muitos vídeos se perdem em meio ao mar de conteúdo, e apenas um punhado deles se torna popular ou permanece popular por muito tempo. Além disso, os proprietários de vídeos sofrem muitos problemas ao hospedar vídeos no YouTube, e, para muitos deles, o esforço simplesmente não vale a pena.

4 motivos para considerar uma mudança

Embora haja muitas pessoas que adoram o YouTube, também há diversas outras que estão ativamente em busca de uma alternativa. Estão indicadas abaixo apenas algumas das reclamações mais comuns sobre o YouTube.

  1. Políticas de conteúdo restritivas – uma grande quantidade de vídeos é retirada diariamente por violar uma das políticas de conteúdo do YouTube ou porque alguém usou algo acidentalmente em seu vídeo que contenha direitos autorais. Essas violações também não precisam ser tão óbvias. Às vezes, apenas mencionar algo protegido por direitos autorais pode ser suficiente para que seu vídeo seja banido.
  2. Bots e trolls – caso já tenha assistido a vídeos do YouTube, você percebeu que as seções de curtidas e comentários podem ocasionalmente ficar malucas. O número de contas de trollsno YouTube é impressionante, e parece que eles não se esforçam muito para restringir essa atividade. Além disso, a falta de controles sobre as contas ocasiona o spamming por parte de bots, o que significa que são usadas contas falsas para impulsionar ou prejudicar um vídeo artificialmente. Se você vir um vídeo não viral obtendo 2.000 curtidas ou descurtidas repentinamente em poucas horas, provavelmente se trata da ação de bots.
  3. Conteúdo inútil – quantas vezes você pesquisou algo e encontrou 20 vídeos duplicados? Além disso, a quantidade de vídeos sem qualquer valor de entretenimento pode ser impressionante.
  4. Dificuldade para monetizar – as pessoas podem ganhar dinheiro no YouTube? Com certeza, caso elas estejam dispostas a entregar uma parte para o YouTube, seguir as regras deles e reunir uma quantidade insana de seguidores e visualizações em TODOS os vídeos. Apesar disso, para alguns, esse esforço quase não vale a pena.

Se você está buscando ativamente por uma alternativa ao YouTube para hospedar seus vídeos de streaming, confira abaixo algumas opções que vale a pena considerar.

Dailymotion

O Dailymotion é uma das alternativas mais populares ao YouTube devido à sua familiaridade. O layout e as categorias de vídeos são bastante semelhantes aos do YouTube, mas sem muitas das restrições de conteúdo que são encontradas no YouTube.

5 alternativas aos YouTube para transmitir seus conteúdos de vídeo

No entanto, existem algumas restrições relativas a uploads em geral. Primeiro, você pode enviar apenas duas horas de vídeo por dia no total, e a duração máxima de cada vídeo é de 60 minutos. Caso possua vídeos longos, você deverá buscar outra alternativa de serviço.

Vimeo

O Vimeo é uma alternativa popular para streaming cujo foco está na qualidade dos conteúdos, em vez da quantidade. Lançado em 2004, o Vimeo foi o primeiro site a suportar o streaming de vídeos em alta definição. O site oferece ampla variedade de ferramentas poderosas de vídeo que ajudam você a criar vídeos melhores e a gerar engajamentos.

O principal ponto negativo do Vimeo é que você fica limitado a 500 MB de upload por semana. Para obter mais espaço, será preciso pagar uma tarifa que varia entre US$7 e US$75. Pelo preço de US$ 7/mês, você tem direito a 5 GB de upload por semana.

Metacafe

Se você pretende transmitir e hospedar clipes curtos, o Metacafe pode ser ideal. Este site hospeda vídeos curtos de dez minutos ou menos. Além disso, ele não permite vídeos duplicados, portanto, seus resultados de busca não mostrarão 15 vídeos idênticos.

Com mais de 40 milhões de espectadores, você ainda obterá visualizações estáveis, mas nada comparado ao que você obtém no YouTube. Além disso, não é possível enviar vídeos mais longos, o que se mostra restritivo para quem produz podcasts, tutoriais ou outros vídeos de longa duração.

Veoh

O Veoh oferece uma plataforma virtual de vídeo do tipo “sem limitações” que permite publicar praticamente toda forma de conteúdo de vídeo imaginável, sem nenhuma restrição. Os vídeos podem ser compartilhados instantaneamente, sem tempos de processamento longos, e Veoh disponibiliza ferramentas de compartilhamentos que permitem que você comece a acumular engajamentos imediatamente.

O principal ponto negativo do Veoh é que o site tende a ser um pouco bagunçado, e a função de busca é precária. É possível compartilhar conteúdos em seu site próprio e redes sociais sem problemas, mas quem tentar encontrá-los diretamente no site poderá enfrentar algumas dificuldades.

Flickr

Quando as pessoas falam sobre o Flickr, elas pensam em imagens. Entretanto, o Flickr também é útil para compartilhar vídeos. Cada conta do Flickr conta com até 1 TB de armazenamento, suficiente para 1.000 vídeos. Esta opção é perfeita para quem deseja bastante espaço livre sem precisar pagar tarifas de upgrade. Além disso, os vídeos podem ser facilmente incorporados em qualquer site ou plataforma de rede social.

Porém, há alguns pontos negativos. Primeiro, o tamanho máximo de arquivo é 1 GB, e a reprodução é limitada a 3 minutos. Para quem publica vídeos curtos, não há problemas, mas quem faz uso de vídeos mais longos deverá buscar outra opção.

Dispense o YouTube e recupere sua liberdade criativa

O YouTube começou com uma maneira fantástica de compartilhar e visualizar conteúdo de streaming online. Entretanto, assim como muitos sites grandes, eles se tornaram vítimas de seu próprio sucesso. Para muitos, o YouTube é simplesmente inviável – ou a quantidade de trabalho necessário para fazer transmissões pelo YouTube não vale a pena.

Felizmente, existem alternativas, e muitas delas não possuem as enormes restrições de conteúdo que você encontra no YouTube. Além disso, você não correrá o risco de se perder em meio a um mar de materiais irrelevantes ou ser prejudicado por contas falsas ou contas de trolls.

Existe uma contrapartida. Você não obterá acesso à mesma quantidade de espectadores do YouTube. No entanto, você obterá liberdade para expandir seu site e seu conteúdo conforme achar necessário, e os conteúdos de qualidade sempre encontrarão seu caminho rumo ao público-alvo certo, independentemente da plataforma utilizada.

22 palmas
Aplauda o post se você o achou útil!

Algum comentário?

0 de no mínimo 100 caracteres
Campo Obrigatório Maximal length of comment is equal 80000 chars Comprimento mínimo do comentário é 100 caracteres

Nós analisamos todos os comentários de usuários dentro de 48 horas, para garantir que eles sejam provenientes de pessoas reais como você. Estamos felizes que tenha achado este artigo útil - ficaríamos agradecidos se você o compartilhasse com outras pessoas.

Compartilhe este post com amigos e colegas de trabalho agora mesmo:

We check all comments within 48 hours to make sure they're from real users like you. In the meantime, you can share your comment with others to let more people know what you think.

Uma vez por mês, você receberá dicas, truques e dicas interessantes e perspicazes para melhorar o desempenho de seu site e alcançar suas metas de marketing digital!

Que bom que você gostou!

Compartilhe com seus amigos!

© 2019 WebsitePlanet.com. Todos os direitos reservados